A Comissão Permanente UFRJ-MACAÉ Acessível e Inclusiva (CPAI), do Campus UFRJ-Macaé professor Aloísio Teixeira tem como objetivo principal fazer o acolhimento da Pessoa com Deficiência (PcD) a fim de garantir a sua acessibilidade e inclusão. A CPAI é uma instância consultiva, vinculada a Direção do Campus UFRJ-Macaé. A Comissão estuda as leis, os estatutos e as resoluções sobre o tema PcD, bem como participa, por meio de um representante, das discussões abordadas nas Plenárias do Fórum Permanente UFRJ Acessível e Inclusiva (F-PAI), realizadas na UFRJ/Ilha do Fundão, entre outros. Acompanha a matrícula das PcD na UFRJ Macaé, bem como a inserção e progresso destes e destas estudantes no decorrer do curso. Realiza o levantamento da infraestrutura e recursos humanos do Campus que atendem ou não as necessidades do seu corpo social (discentes, docentes e técnicos), de maneira a promover acessibilidade e inclusão, para encaminhar a Direção do Campus, dentre outras atribuições. Foi criada por meio da portaria nº 3332, de 11 de abril de 2018, composta pelos seguintes membros, integrantes da UFRJ Macaé:

 

Uliana Pontes Vieira – Presidente (Siape 1730704).

Rosangela Ribeiro Magnani Diogo – Vice-Presidente (Siape 1900697).

 

Docentes Graduação:

Adriana Bispo Alvarez (Siape 2966208).

Cherrine Kelce Pires (Siape 1566283).

Inês Leoneza de Souza (Siape 1854580).

Jane de Carlos Santana Capelli (Siape 1718178).

Valéria Nunes Belmonte (Siape 1898143).

Vivian de Oliveira Sousa Corrêa (Siape 1736493).

 

Docente Pós-Graduação:

Michelle Frazão Muzitano (Siape 1726594).

 

Técnica:

Carolina de Oliveira Ramos Vargem – (Siape 1968644).

 

Discentes:

Artur Vitório Valladares Cardoso (DRE 11200976).

Filipe Cavalcanti da Silva (DRE 119138366).


O e-mail da CPAI é: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Regimento da CPAI


A CPAI atende em uma sala reservada na Direção do campus, as quintas-feiras, entre 9h e 12h, com agendamento prévio por e-mail.

 

 


A Comissão Eleitoral de consulta para Direção da UFRJ-Macaé divulga e convida a todos e todas para o debate da chapa Inova, candidata única à Direção do Campus Macaé. O debate está agendado nesta sexta-feira, 19/02 às 14h.

A Comissão Permanente UFRJ-Macae Acessível e Inclusiva convida todos a participarem do "Encontro da CPAI: O processo de formação do estudante com deficiência - Diálogos entre a Universidade e a Educação especial do Ensino Regular". O evento será realizado no dia 18 de junho, às 13h, no auditório Cláudio Ulpiano (Bloco A) do Polo Universitário de Macaé. As incrições podem ser realizadas no local e os participantes receberão certificado de 4 horas. 

Confira a programação aqui

Para mais informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 


Na Cidade Universitária, no dia 04 de abril, às 13h30, no Auditório Claudio Ulpiano, Bloco A, aconteceu o “1º Encontro Incluindo o docente no aprendizado do discente PcD: como ser um professor acessível e inclusivo”, organizado pela Comissão Provisória UFRJ Macaé Acessível e Inclusiva (CPAI) do Campus UFRJ-Macaé, sob coordenação da professora Raquel Paiva. O Encontro teve a presença de cerca de 60 participantes, em sua maioria docentes, como também alguns discentes de diferentes cursos de graduação e técnicos do Campus, profissionais da rede de ensino de Macaé, representantes da Associação Macaense do Deficiente Auditivo – Amada, dentre eles Isabel Cristina Fernandes; representantes da Secretaria Adjunta de Ensino Superior, na pessoa do professor Márcio Magini e Carlos José Mattos de Andrade. 


A Reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) manifesta extrema preocupação com as condições financeiras impostas à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e Fundação Centro Universitário da Zona Oeste (Uezo) pelo governo do estado do Rio de Janeiro. O estrangulamento financeiro determinado a essas instituições não se justifica, pois resulta de políticas lesivas ao povo do estado do Rio de Janeiro, como isenções tributárias realizadas sem fundamentos, obras superfaturadas e enorme sonegação fiscal.

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ