Em sessão especial,  realizada nesta quinta-feira, 06 de dezembro, o Consuni aprovou a mudança do status acadêmico de Núcleo para Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ.

O NUPEM/UFRJ protagonizou nesta quinta-feira, 06 de dezembro, um momento histórico para a UFRJ: foi aprovada, no Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em sessão especial, a proposta de mudança de status acadêmico e administrativo do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé.

Ao Consuni, órgão máximo da instituição, de função normativa, deliberativa e de planejamento da Universidade, coube deliberar, em última instância, sobre a alteração do Estatuto da UFRJ a fim de realizar a transformação do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé em Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade. Aprovada previamente pelo Conselho Deliberativo do NUPEM/UFRJ e pelo Conselho de Coordenação do CCS, o Consuni aprovou aclamação a alteração do status do NUPEM/UFRJ.

A consagração do NUPEM/UFRJ enquanto Instituto  resulta de um processo de amadurecimento institucional ao longo de cerca de 30 anos de história. Essa mudança reflete a realidade atual e a vocação da instituição, reconhecida pela qualidade do ensino de graduação, de pós-graduação, e na produção de conhecimento científico, integrado à extensão e com forte inserção social.

A mudança do status acadêmico e administrativo do NUPEM/UFRJ reflete o caminho natural de uma instituição em crescimento, que agora passa a funcionar como uma unidade acadêmica plena, com organização, estrutura e meios necessários para desenvolver, com autonomia e gestão própria, as atividades de ensino, pesquisa e extensão.  O NUPEM/UFRJ continua parte integrante do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, maior centro da universidade, mas agora na condição de instituto especializado. Vale lembrar que o acrônimo NUPEM/UFRJ será mantido.

O relator do parecer favorável ao pedido de mudança de status no NUPEM/UFRJ, professor doutor Flávio Alves Martins, professor associado em Direito Civil da Universidade Federal do Rio de Janeiro resumiu o histórico de conquistas do NUPEM/UFRJ, iniciado por pesquisadores pioneiros da UFRJ acampados em Macaé, e perpassando por pelas conquistas acadêmicas, como a atração de diversos cursos de graduação e de pós-graduação altamente conceituados para a cidade. 

Flávio Martins discorreu sobre a busca pelas fronteiras interdisciplinares da sustentabilidade e a interface social, econômica, cultural e ambiental do NUPEM/UFRJ, que age como um importante ator para um futuro próspero e sem pobreza,  no qual  o ser humano se concebe de maneira indissociável da natureza.

O relator destacou, ainda, as estreitas relações do NUPEM/UFRJ com outras unidades e instituições brasileiras e estrangeiras, ressaltando que a alteração da natureza jurídica do NUPEM/UFRJ não implica qualquer investimento imediato da UFRJ - uma vez que o mesmo contará com a mesma estrutura física e administrativa já existente, opinando, então, favoravelmente à alteração.

Em seguida, diversos membros do Conselho puderam se manifestar, mencionando as diversas parcerias institucionais do NUPEM/UFRJ com outras unidades e instituições, o papel estratégico do NUPEM/UFRJ para a interiorização da UFRJ e para o desenvolvimento socioambiental de Macaé e da região, além das inúmeras dificuldades que foram vencidas com trabalho conjunto e árduo.

O corpo social do Campus UFRJ-Macaé Prof. Aloisio Teixeira parabeniza o NUPEM por essa conquista!

Fonte: Comunicação NUPEM

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ